terça-feira, 16 de julho de 2013

O longo caminho de volta...

As palavras teimam em fugir quando tento capturá-las, talvez porque não queiram  vir à tona, preferindo ficar guardadas como todo o resto que tenho pra guardar. Elas já se cansaram de serem usadas nas inúmeras tentativas de despedida que não se concretizaram. Elas se escondem atrás de cada placa, praça ou grafite que tenham feito parte desta história tão fluida. Aliás, nós nunca as escolhemos, elas é que nos escolhem para ser a sua voz.
E, neste caso, creio que  silêncio seja a única palavra que deva ser proferida.
Um adeus mudo,  é mais verdadeiro que um poema!

2 comentários:

Ariane M. Santos disse...

Olá, seu blog está de parabéns. A atmosfera daqui é inspiradora, e tudo é feito com esmero e dedicação. Dê uma conferida no meu depois, se quiser. Adorei este espaço, abraço!
http://madamshadow.blogspot.com.br/

Milene Cristina disse...

Há sempre verdade no silêncio. Me fez bem passar por aqui..Lindo blog. Abraços