quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Alguns escrevem para lembrar. Outros escrevem para esquecer.(Lidia Martins)

E acho que alguns como eu escrevem,  ou tentam fazê-lo,  buscando   entender o que se passa dentro de nós.  É um processo de sentimografia, ou reflexografia que resulta na impressão no papel ou na tela, do nosso momento! Sempre daquele exato momento, pois no instante seguinte, a foto não seria mais a mesma. E mesmo depois de revelada, ainda fica sujeita a mudanças. Ou pelo esmaecimento provocado pelo tempo ou pela nossa memória que irá emoldurá-la segundo o momento da nova leitura.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Nós vemos nos outros o que somos...

Quer conhecer uma pessoa, peça-lhe para falar sobre alguém. Nós dizemos de nós muito mais ao falar de alguém do que quando falamos de nós mesmo.  O tempo todo estamos nos projetando nos outros, à nossa imagem e semelhança...E não só nos outros, até nas coisas que vemos, pois somos capazes de construir verdadeiras histórias sobre um monte de manchas impressas num papel, daí o uso delas nos testes psicológicos..Vem a minha cabeça uma  pergunta...Quando encontramos alguém, neste imenso mundo virtual, sem contato com o real, será que realmente chegamos a conhecer este alguém, ou são meras projeções de nossas expectativas e carências, pergunto-me eu? Só o saberemos, quando entrarmos em contato com o mundo real, e mesmo assim, ainda estaremos projetando...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

TE ESTRAÑO...

A palavra saudade só existe na língua portuguesa... o "I miss you" inglês ou o "je suis besoin de toi" francês não chegam para transmitir tudo o que a saudade quer dizer!...Fico imaginando  como alguém pode sentir algo que não tenha palavras para  traduzir, como se fora um grito parado na garganta, sem poder existir.. Mais louco ainda é quando esta saudade não é exatamente de alguém, mas do sentimento nutrido por este alguém, visto que este alguém sempre foi  intangível, quase uma peça de ficção. Na verdade, é saudade de um sonho, de um sentimento, que teima em não se exaurir.....

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

DOS SONHOS QUE SONHAMOS...

Não existe nada mais intrigante do que querer saber o que dizem nossos sonhos, pois estes, ao se verem livres dos rigores que regem nossos discursos na vigília, revelam à nossa revelia  nossos mais íntimos segredos... Mas a grande questão é como sabermos o que de fato eles estão nos contando, pois o que menos importa num sonho é o seu conteúdo explícito ou quem aparece neles, pois todos são meros coadjuvantes . Talvez, a meu ver, o que mais diga de nós num sonho seja o como estamos nele, nossa disposição nele, como reagimos aos acontecimentos sonhados...Pois nesta eterna rota  de fuga a qualquer tipo de censura, podemos até ser todos os personagens que aparecem nele, e geralmente os somos... Então, quando sonhamos que estamos apaixonados num sonho  é muito bom, embora não necessariamente por nenhuma das pessoas que possam aparecer nele! Se   estamos num momento de mudanças em nossa vida, até uma simples chave pode nos deixar desorientados, por indicar que buscamos um lugar que possamos chamar de nosso, que até já podemos ter encontrado, mas ainda não o "realizamos"... Às vezes um sonho parece tão real que nós,  mesmo ao acordar, continuamos vivendo-o como agora, onde não sei se sonhei que escrevi um texto(se é que podemos chamar isto de texto) ou se é apenas a continuação do último sonho...

BOM DIA DREAMLAND!!!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

"cada sonho que você deixa pra trás é um pedaço do seu futuro que deixa de existir" Steve Jobs

Se há algo que não posso ser acusado, é de deixar os meus sonhos para trás... Eu tento até o fim fazer com que eles se tornem realidade, e quando sou obrigado a fazê-lo, é porque descubro que havia algo neles que não seria jamais realizável... E aí, me levanto e corro em busca de um novo sonho.
Não importa o quanto você bate, mas o quanto você aguenta apanhar e continuar. O quanto pode suportar e continuar...É assim que se ganha. (Rocky Balboa).

sábado, 10 de dezembro de 2011

O CÁLICE TRINCADO...

Não sei porque, me lembrei daquele cálice que os padres tão zelosamente guardam numa caixa aveludada, e que o pulem um pouco antes de usá-lo para a entrega das hóstias... Delicados, mas por serem de metal, não há chances de trincá-los!.. Mas não foi o que senti hoje, em relação a este cristal que eu mantive numa caixa não aveludada, mas bem junto ao meu coração, e que inadvertidamente senti algumas fissuras, ainda imperceptíveis a olhos nus, mas por estar aonde está, fica difícil   não  enxergar... Chego até a ficar em dúvida, se tais fissuras são só uma ilusão de ótica, mas pelo vazio e pelo calafrio em mim provocados, posso dizer que a percepção está mais para de um sismógrafo, do que para um leitor ótico!!! Quem sabe, não era esta a intenção pretendida a fim de definitivamente me fazer enxergar o quão flácida, frágil e sem alicerces é a nossa história (se é que existe uma história ou apenas uma coletânea de bons momentos regados a chá, cafe e muitas risadas alternados com sucos de tomate bem apimentados!).Enfim, gostaria de ter-lhe dito isto ao vivo, mas minha síndrome de abstinência que à priori já tenho pela sua ausência, far-me-ia desistir...

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Doutor... só dói quando ela ri....

Embora a sensação de despedida fosse o tempo todo presente, ao vê-la brincando com as palavras e com as imagens, numa infinda colagem de emoções, e sorrindo daquele jeito que eu tanto aprendi a  admirar,  ao brincar feito criança ao se deixar fotografar em poses ditas esdruxulas,  ao rir de um comentário quase impertinente de um admirador, ao ser afinal, aquela mulher menina que tanto fez fibrilar  meu coração, nesta hora dói doutor... E o que é pior, acho que para esta dor não há remédio.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A PELE EM QUE HABITO...

Durante muito tempo, convivi com um corpo que eu olhava no espelho e dizia:- "Este não é o Edson"...e me negava a ver as alterações que o tempo tinha produzido em mim, e muito mais que isto, no que eu tinha me tornado, ou estava me tornando... Um senhor, gordo e barrigudo, que em nada batia com a imagem que eu tinha de mim, mas o espelho me apontava a verdade... Pois agora, eu começo a me re-encontrar, na pele em que habito e já começo a ver a possibilidade de re-conhecer-me  de novo diante do espelho, a ponto de me imaginar como na foto aqui postada... Cabelos mais brancos e mais ralos, um certo peso ainda nas costas, mas já posso enxergar de novo o menino que habita em mim, e que por sinal, continua o mesmo sonhador e apaixonado de sempre...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

DOS TEXTOS NÃO ESCRITOS

Estive aqui relendo todos os textos que eu escrevi (rascunhei) nos últimos dias e não mandei, e aí percebi que todos ou falavam ou tinham embutido dentro de si a palavra (des)pedida. Um até tinha a expressão  BOA VIAGEM. E aí cheguei à conclusão de que não os postei, com medo de que ao colocá-los no papel, eu estaria pré-determinando o que iria acontecer, e é lógico que eu não quero que aconteça, mas ao mesmo tempo, se existe esta repetição inconsciente, é porque de fato esta é uma hipótese bem provável. Na verdade, me lembrei da figura de um barqueiro de um livro que li na adolescência  que ajudava as pessoas à simplesmente atravessar o rio, e enquanto o fazia, ia narrando e ilustrando, as possibilidades que estas pessoas teriam do lado de lá do rio. Eis que o lado de lá chegou, e apesar de relutante, você está prestes à descer do barco e seguir seu caminho e eu, como barqueiro, até tenho que deixá-la ir, mas indo contra o que supostamente estaria a mim designado pelo destino, finjo que a margem ainda não chegou, e ainda ofereço uma última xicara  de chá. O BARQUEIRO NÃO PODE SE APAIXONAR PELOS CONDUZIDOS!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Já tive vontade de dizer, mas hoje o silêncio fala mais alto...

Saudade de escrever, mas as palavras me fogem... Quisera ter a sua habilidade ou o seu dom, pois as palavras falam ATRAVÉS de você. Tenho tanto o que dizer além do que já foi dito, mas hoje só no meu silêncio é que você parece ouvir algo. Até estas poucas linhas aqui escritas, soam melodramáticas, quase piegas, quando não se ouve o som vindo do coração. Esta última frase então parece ter vindo do script de uma novela mexicana, e que tem que ser dita entre lágrimas e espasmos de riso involuntário. Mas você sabe, que vindo de mim, é o único jeito que eu tenho de ser!!! Mas eu sempre fui assim. Se estranhas, é porque de fato nunca  me enxergou!

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Apenas um tempo de delicadeza...

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;
Nada aconteceu.
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu.

domingo, 20 de novembro de 2011

CANÇÕES QUE EU NÃO QUERO OUVIR...


Toda musica, ou algumas em especial, nos remete  à re-vivencia de momentos que compartilhamos com alguém... Só que quando você tem uma história recente com alguém, o simples hiato numa respiração, é a indicação de que ela foi abduzida  naquele momento, por uma destas re-vivencias, e confesso que nesta hora sou tomado por um ciúme avassalador... mas não ciúme de outra pessoa, mas ciúme do sentimento arrancado deste alguém ao se estabelecer o link, o elo abdutor!!! E o que me pega mais forte ainda, é quando eu simplesmente fico emocionado ao ouvir tal versão, e nesta hora, estabelece-se um conflito surreal dentro de mim, pois amante que sou de boas musicas e mais ainda, de interpretações , fico fragmentado e à mercê daquela gangorra... Mas apesar disto, mesmo sangrando, a musica vence...e segue!!!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

VONTADE DE MUDAR... (Publicado originalmente em 17\11\2011)

Há muito tempo eu não tive vontade de mudar... Sim, vontade de mudar de casa, vontade de fazer a casa, vontade de montar um lar...Se bem que um lar não se monta... Já morei anos em uma bela casa, que nunca a senti como lar.... Na verdade é vontade de re-criar raízes, lugar construído peça a peça com história por trás de cada uma delas... Não história pra contar pra visita, mas a lembrança do significado daquela peça no conjunto da obra, no como ela vai se encaixar naquele espaço que está sendo criado, para ter uma função ou até mesmo sem função.... Só para compor, como se fosse aquele brinquinho que você põe no final, e que parece que faz toda a diferença... na verdade é a vontade de criar um espaço que ao se sentir montando e construindo, você possa até querer vir...pois afinal, TODA ESTA VONTADE NÃO TEM SENTIDO SEM VOCÊ!!! este espaço tem primeiro que existir no seu coração, e aí eu peço licença pra entrar... Põe a placa na porta vai!!!
NESTE CORAÇÃO HÁ VAGA!!!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Cartas de Tarot...

De que adianta saber que as cartas de tarot apontam o encontro de alguém, se este alguém não é você?... de que adianta  saber que supostamente devo ter no ano que vem um dos melhores anos da minha vida, se você não estará ao meu lado?...de que adianta saber que esta mulher que estou fadado a encontrar é poderosa (mas não o poder das palavras como você e sim um poder meramente material) se esta mulher não é você e uma das coisas que eu mais admiro em você é este seu quase desapego a tudo? ...de que adianta saber todas estas coisas, se eram justamente estas coisas que  eu não queria saber?...Preferia ser ainda um ignorante, porém seria um ignorante sonhador...

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

CARTAS DE UMA JOVEM POETA....

Na verdade nem foi uma carta propriamente dita que ela mandou... foi apenas uma canção...Pelo menos admito, a musica é doce... como ela!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

PEQUENA COLETÂNEA DE SONHOS...

O mau de noites mal dormidas é que acabam nos tirando um pouco do prumo, onde não sabemos se é hoje ou ainda ontem, mas com certeza sabemos que não é amanhã... aliás acho que até nem queremos neste momento que seja, pois as noites mal dormidas são reflexos das inquietações e angustias que nos assolam, e que fazem com que  nossos pensamentos fiquem girando como um disco 78 rotações numa vitrola nada digital e ainda sulcado à exaustão nos mesmos compassos tão repetidos, onde se alternam temas de pedras e livros, moças, meninas e mulheres, Tiffany's e feirinha da praça Lido...me confundo a tal ponto, que chego a achar que uma musica seria tema para todas, talvez porque este tema esteja dentro de mim e não associado necessariamente a elas...

Enfim, espero que o sono venha logo, e me convença a nem sequer publicar tais escritos...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

ENCONTROS E DESPEDIDAS...

Esta nossa vida é engraçada... ou a minha, não sei...É como se não soubéssemos lidar com o vazio de sentimentos, como se o tempo todo tivéssemos  que estar buscando AMAR, como se fosse a tomada de pulsação, para sabermos o tempo todo que estamos vivos...e mesmo quando "encontramos", acredito que o tempo todo nos questionamos se é realmente amor, se é carência, se é saudade de sentir amor (e supostamente ser amado)... E o dia passa e vem a noite, e vêm as mesmas boas e velhas indagações, e vêm lembranças boas de outros amores, de histórias não conclusas, mas que ainda nos tocam  pois foram reais enquanto existiram, enfim... caímos sempre num eterno circulo vicioso, pois neste campo não há certezas, só sensações e sensações lábeis, pois nunca se cristalizam, pois se assim o fizessem não seriam sensações... seriam conclusões!

E é isto que faz a vida ser SENTIDA, ter SENTIDO!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

É PROIBIDA A ENTRADA...

Às vezes nós somos levados a acreditar que podemos fazer alguma diferença na vida de alguém... ledo engano...nós somos e seremos sempre meros coadjuvantes na história do outro, e às vezes isto nos é dito de uma forma até delicada, até poética, mas verdadeira...sempre.  Quando estamos enroscados com novelos do passado, que se entrelaçam com o nosso existir diário, não há quem realmente possa fazer nada para desatá-los, pois a quatro mãos, a chance de também nos enrolarmos naquela trama é muito grande. Por isto, respeito o aviso na porta e aguardo, sentado na calçada, a minha chamada.

domingo, 30 de outubro de 2011

Eu andava pobre, tão pobre de carinho que de tolo, até pensei que fosse minha!


Eu não quero te esquecer, mas temo enlouquecidamente que você me esqueça. Sabe, é aquele bom e velho medo, ridículo até, de se perder o que nunca se teve!!! (Mah)

sábado, 29 de outubro de 2011

TODAS AS MULHERES SÃO DOIDAS!!! (2)

Fui atraído pelo texto da Martha Medeiros que faz a afirmação acima, mas que permito-me discordar. Como a autora é muito boa, ela nos induz a tal erro, pois apenas algumas mulheres o são. Mas o que é importante, é que estes seres maravilhosos (as tais doidas), tem um algo a mais que sim, nos atraem. Nós não costumamos ser capturados por mulheres simplesmente normais. Gostamos do diferente, do inusitado, do inesperado. E como doidas que são, nos enredam num clima sempre passional, sem o menor laivo de lógica e quando nos apercebemos estamos completamente presos à teia, tal qual o macho a mercê da viúva negra, só que ao contrário desta, elas não nos matam, mas nos mantém eternamente abduzidos e presos neste enredar...e saem em busca  de uma nova presa.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

IDAS E VINDAS... Será que você vem, ou será que é tarde demais?

Fico à espreita, como um espião, olhando seus movimentos, seus gostares, seus viveres...mas acima de tudo, fico a espera de viver com você, mesmo que mais um dia... dançar com você, mesmo que só um bolero...
Você vem, ou será que já é tarde demais? Se vier, venha com aquela saia linda irradiando o branco necessário das sextas-feiras, e com aquele sapato que deixa rastros floridos por onde você passa. E o cheiro, este cheiro  dos feronomios, que são o verdadeiro perfume da atração.   A cada dia, vivo como se fosse o último, e não o primeiro. Mas é o ultimo... até amanhã!!!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

ENTRE A ANGÚSTIA E A CARÊNCIA...

Como podemos diferenciar em nós mesmos o que é uma coisa ou outra?  Realmente em alguns momentos elas até se mesclam, pois a angústia não é relacionada a nada e a ninguém em específico, e a carência na maioria das vezes, é diretamente ligada à algo ou à alguém, tal qual uma abstinência, como se ficássemos perdidos num mar sem fim à procura de uma ilha onde aportar... Mas o que podemos ter às vezes, é uma junção das duas coisas, pois esta abstinência vem carregada de tal intensidade que o peito se aperta, a respiração fica cada vez mais curta e somos tomados por um conjunto de vazios que não sabemos explicar... Neste caso, não há diferença entre o adulto e o menino, entre o maduro e o ingênuo... não há angustias e carências maiores uma do que as outras...em todas o buraco é o mesmo...

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Quando encontrar alguém e este alguém fizer seu coração parar por alguns segundos, preste atenção. PODE SER A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA...(Carlos Drummond de Andrade)

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você (Chico Buarque de Holanda)

sábado, 22 de outubro de 2011

UMA GRANDE MULHER OU UMA LINDA CRIANÇA?

Apesar de me considerar um bom leitor de pessoas (mesmo que virtualmente, apesar da presunção aí embutida) às vezes AINDA me surpreendo (e que bom que isto aconteça) quando chego mais perto, não num olhar com lupa, mas numa aproximação permitida pelo outro  e descubro como estas duas facetas acima colocadas podem ser tão amigas uma da outra em algumas pessoas... Como esta mulher tão forte e firme em alguns momentos se despe desta força (às vezes literalmente) e nos revela uma menina tão bunitinha, que se permite invadir o espaço da mulher e tomar conta do espaço que em algum momento lhe foi negado. Aliás, acho que é justamente por esta menininha que eu me apaixono...Diariamente!!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

VOCÊ SÓ VIVE DUAS VEZES...

Voce sempre vive duas vêzes... Uma vida por você, outra pelos seus sonhos...Você flutua através dos anos e a vida parece domada....Até que aparece um sonho e, Amor é seu nome...
O Amor é um estranho, que irá acenar pra você... Não pense no perigo, pois o estranho irá embora.... Êste sonho é pra você...Então pague o preço, e faça o sonho se realizar, VOCE SÓ VIVE DUAS VÊZES...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A poeta descalça e as dedicatórias...

Embora ela se auto denomine  poeta, modelo e manequim e manicure às sextas feiras, ela é de fato uma pessoa que vive poeticamente.    Numa das pequenas histórias que ela  vive, ela me conta que ao se embrenhar (pois no caso dela é a palavra que cabe) em sebos, em busca de coisas que a surpreendam, ela às vezes fica mergulhada nas dedicatórias encontradas nos livros e viaja, na tentativa de remontar a história por trás delas... E se emociona com as histórias que vão fluindo na sua cabecinha tão cheia de sonhares...Se pergunta:- "como alguém pode se desfazer de um livro, que tenha sido dado com tanto amor?", "será que era de um amor que já morreu?", "será que esta pessoa sequer chegou a ler o livro?" ou "será que quem vendeu o livro, a preço tão vil, nem sequer teve contato com o dedicatorante, e só estava querendo fazer uma faxina na casa ou na vida?". E nestas possibilidades, ela se perde por horas a fio... Uma outra coisa que ela faz, que eu acho bonitinho, é que ela pega alguns livros, escreve dedicatórias à possíveis pessoas que irão encontrá-los, e os  deixa amarrados à uma árvore, ou a um banco de uma praça, ou até  "esquecidos" num simples banco de ônibus, só pelo prazer de dividir com alguém o prazer que ela teve  ao lê-los... Esta moça da blusa cor de rosa,  realmente me surpreende e encanta!
 p.s. (ela gosta de poeta, e não poetisa, como alguns poderiam corrigir!)

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A minha criança...

Não... não estou falando da minha criança interior... Estou falando da minha filhota de 12 anos, que embora se considere uma pré-pré-teen, é como todas as meninas desta idade, uma criança. E que bom que ainda possa ter laivos de criancice, pois todos sabemos como ficamos nos devendo quando não deixamos este nosso momento  se mostrar plenamente. Fui com meus filhos outros um bom pai e com ela tento compensar o que uma separação pode provocar numa criança . Tento ser um pai jovem (embora não o seja), tento ser um pai extremamente amoroso (e acho que consigo) mas, acima de tudo, tento ser um pai que  valoriza a criança que ela é, e não a deixo esquecer por nenhum momento disto!!! ...FELIZ DIA DA CRIANÇA a ela e, agora sim,  a todas as crianças que existem em nós... inclusive você, menina arteira...

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Enquanto ela não vem...

Porque o relógio trabalha contra a gente, quando o tempo é de espera? Porque as letras fogem dos nossos dedos, como se fossem coniventes com esta ausência? Porque nossa respiração fica mais curta, tal qual   colcheias, ao contrário das sensatas semi-breves? Porque nosso pensamento não se foca, e se perde na imensidão do nada? Porque, porque... porque???
QUEM SABE ISTO QUER DIZER AMOR!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

DA NOSSA FINITUDE...

 "O nosso tempo é limitado, por isso não o percamos nas vidas dos outros. Não fiquemos encurralados em dogmas, isso é viver com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixem que o ruído das opiniões dos outros torne a nossa voz interior inaudível. E acima de tudo, tenham a coragem para seguir o vosso coração e a vossa intuição. De alguma forma, eles sabem aquilo em que verdadeiramente nos queremos tornar. Tudo o resto é secundário. " STEVE JOBS...
Não conhecia esta fala deste gênio, que nos revela além de um grande empreendedor, um filósofo. Tomei contato com ela esta madrugada, lendo o blog 'Inspirações da minha vida", da doce Suzana, que nos brinda todos os dias com vária perolas de otimismo, mas que hoje rendeu uma homenagem a este grande realizador de sonhos antes impossíveis.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Aprenda a dançar bolero.....

Em alguns momentos, quando ando com minha filhota pelo parque, brincamos de dançar... às vezes dançamos valsas vienenses... às vezes ensaiamos supostos passos de Carmen de Bizet.. às vezes mesmo numa mera gangorra, dou um jeito de enfiar alguma trilha sonora...Mas com você, não me parece que estas sejam as melhores trilhas para uma dança nossa...para tanto, eu começarei a ensaiar e espero que você faça o mesmo, um bolero, mas bolero  como iniciação, pois ao final, gostaria de dançar com você no mínimo um tango de Gardel.  Boa aula!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O CAFÉ DA MANHÃ....

Tenho me acostumado mal (ou bem neste caso) à pular da cama ansioso, para compartir com você o nosso café da manhã... tenho me acostumado a inspirar  inalações de felicidade e alegria de viver que você solta no ar e pela vida...tenho me acostumado com seu sorriso pueril sorrindo das coisas mais singelas, difíceis para nós outros humanos um pouco mais enrijecidos pela vida, tenho me acostumado a te ouvir contando dos presentes que ganhas da vida (à ponto de ter estertores de júbilo pelo ganho de uma simples caixa de fósforos com detalhes que a fazem diferente...), tenho todos os dias na verdade me acostumado com você...a ponto de temer um dia não mais tê-la... mas aí relevo este medo e já fico esperando pela hora do chá das nove da noite...mas aí já é uma outra história....

sábado, 1 de outubro de 2011

Fale com ela!!!

Um dos momentos mais bonitos de filmes que eu já assisti, é quando o enfermeiro apaixonado, por uma criaturinha em coma, aconselha a um quase estranho para que continue tentando... que mesmo em coma ou alheia,   a verdade de um coração sempre chega ao seu destino.. Sigo à risca... continuo falando com ela!!!

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

G R A T I D Ã O...

Eu gosto e me surpreendo com algumas pessoas, que me tocam com a sua simplicidade... Estive conversando por horas com uma nova amiga, mas já nos falando  como velhos conhecidos!!! Me contou de suas vida  densamente vivida, de alguns amores passados, os quais ela faz questão de não re-vivê-los, de sua depressão, que quase a levou para um buraco sem saída, e de todo esforço que ela faz para sair disto tudo íntegra...Mas o que é mais bonito nesta história é que em hora nenhuma ela faz disto um melodrama...Ela toma tudo como uma preparação para o crescimento e tem sim uma só palavra para tudo isto...GRATIDÃO... e eu tenho sensibilidade suficiente para não entender como um textinho para causar boa impressão...ela dá graças à vida todos os dias e faz isto de uma forma linda... ela escreve. E escreve maravilhosamente bem... E mesmo quando escreve sobre os temas mais densos e mais tensos, deixa transparecer que ela é quem diz ser...Pena que ela não é minha seguidora...mas acho que já sabe a admiração que tenho por ela...

domingo, 25 de setembro de 2011

Quem é você???

Este nosso mundinho virtual (que na verdade é um mundão!!) nos apresenta figurinhas (no sentido também de pequenas fotos que aparecem nas janelinhas tanto do face como dos seguidores e comentaristas) que sempre nos deixam a construir pequenos perfis, como se fosse uma anamnese para um começo de terapia... Só que este nosso grande quebra-cabeças é sempre dificultado pelas molduras que criamos ao nosso redor até pela nossa incondicional necessidade de aceitação (não é carência, é bem maior que isto.. é quase atávico). E no fundo, é isto que nos desafia a não só manter como tentar aumentar esta coleção de figurinhas, na nossa vontade de ou entender todos ou até ser amado por todos, inclusive você......

Costumes...


Hoje não vou falar de amor... só vou onde a música me levar...

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O amor começa a morrer justamente no momento em que ele está garantido pela morte! .

Lendo trechos de um texto e ouvindo parte de um vídeo da brilhante Lígia Guerra, me lembrei da história de uma amiga, figura notória e queridíssima, que contraiu um câncer de pulmão e que por ficar próximo , quis entender um pouco da história afetiva dela, pois para mim os canceres são produzidos e criados por nós e não contraídos. Mulher e mãe zelosa (apesar de uma vida cheia de atividades, pois até chegou a criar um império), no fundo no fundo descobriu um vazio dentro de si, pois aquele homem que escolheu para se casar, não era o homem dos seus sonhos, mas apesar disto ela passava por cima de si e usando suas próprias palavras "morreria ao lado dele". Num determinado momento, resolveu assumir o des-amor e pediu a separação... Tentou novos amores e até encontrou o que seria "o homem da sua vida", mas aí os anos todos onde sem o saber morrera um pouquinho por dia, cobraram a grande conta e constatou-se o tamanho do estrago. Por problemas outros, que não a doença, este romance terminou (não o amor dela por ele!!!). Mas, tudo isto, só me veio à mente, por esta frase acima, do texto a que me referi... Dai, fico com a frase... VIVA CADA DIA DO SEU AMOR...MAS VIVA!!!

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

O QUASE AMOR...

As pessoas não estão carentes... Somos carentes, o tempo todo! Ao nascer, já nos sentimos sozinhos e sentindo falta do aconchego do ventre materno e da certeza de tudo. Daí para frente, é uma eterna busca deste estado perfeito, completo. E mesmo quando o encontramos, pela metade ou inteiro, no momento seguinte a busca continua...Boa noite, menina.

"O melhor lugar para se viver é no coração de alguém." Walter Grando

Na verdade, sou mais apegado,mais  possessivo!
 Acredito que o melhor mesmo, é ter alguém morando no coração da gente... ah como é bom!!! e nem precisa pagar aluguel! Pode morar de graça, como invasora de corações que tu és...

domingo, 18 de setembro de 2011

A MÁGOA MATA!!!

Normalmente, os tons de meus posts são amenos( como eu creio que seja), mas hoje fui tomado por uma frase dita num blog que sigo, que me incomodou, pois ao relevar o papel da mágoa em nossas vidas, nos leva a sermos levianos com as consequências dela. A raiva sim, é talvez a reação mais saudável pois nos faz exteriorizar um sentimento momentâneo, mas que se exaure com o externamento dele.. mas a mágoa, é traiçoeira, pois ela vai nos comendo por dentro até que ela nos mate, pois o alvo da mágoa, nem sequer tem noção da existência dela...Acredito que muitos dos canceres, são advindos de mágoas profundas, cultuadas por anos, sem até a consciência da existência delas. Nunca percamos a chance de dizer algo que possa estar entalado na garganta...A MÁGOA NÃO É SINAL DE VIDA... A MÁGOA, É O COMEÇO DA MORTE!!!

Um pequeno sonho com a moça da blusa cor de rosa...


Só pra lembrar que eu tô feliz.! Mas é bom lembrar algumas coisas para seguir caminhando.Às vezes os sentimentos ficam encobertos pela correria desse mundão. coisas que são importantes. coisas do pensar. do sonhar. do viver. Então só pra lembrar que pra acordar bem, tem que dormir bem. que de manhã o ar é mais puro e o dia fica ainda maior. que conseguir não é o mesmo que conquistar. e que a conquista é só o começo do caminho. que tudo e nada têm a mesma quantidade de letras. que aparência passa e a beleza mesmo fica.,que o amor aumenta tudo, até os defeitos. que o amor apaga tudo, até as dores. que ganhar dinheiro é necessario e ganha mais valor se for merecido. que tudo o que faz bem pra gente, nem sempre é bom ou faz bem para outros. que uma palavra pode machucar, um silêncio pode machucar ainda mais.  Mas que de um olhar pode sair música e fazer seu corpo dançar. que ter algo em comum com alguém significa ter todo o resto diferente e que as diferenças são boas também. que cuidado exige responsabilidade no trato. que todo mundo foi feito no mesmo molde, mas que sair dele e mudar a fôrma pode ser uma boa. que preconceito é definir, sem ter como. que de um “olá” pode sair um “eu te amo”, um “aceito”, um “vai nascer”. que os braços dela tem o acolhimento exato do meu corpo. que ser alguém é inevitável e trabalhoso. Então trate de cultivar o adjetivo que você quer que venha depois do seu nome. que coração não termina com “ão” à toa. e que estar com alguém, o meu alguém, faz tudo isso valer a pena.(Lucid Dreams)

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

não quero dar carência...quero dar amor! (marla queiroz)

Quando você finalmente irá abrir estas malas todas, e se instalar definitivamente em minha vida? Quando deixará de me cumprimentar pelas janelas com este sorriso aberto, mas que não é só meu? Quando poderei registrá-la, não mais como hóspede, mas como dona do meu coração? Seja lá como for... que bom que você veio, e chegou assim tão linda...afinal, eu também tenho urgência do amanhã...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

BEM-VINDA....

Você,  que só conheço de  quando me debruço nas janelas,  me transformou  de um garimpeiro em um livreiro, como se fora publicar o meu livro mais bonito. Apenas publicar, pois os rascunhos  são  você, que ao ser tocada, se revela o mais lindo poema de amor que alguém já escreveu.... e vieste com  a cara e a coragem, com malas  viagem  prá dentro de mim...Bem-vinda...

sábado, 10 de setembro de 2011

Como eu gostaria!!!

De poder irradiar a alegria de viver postada e irradiada nos textos da Lígia Guerra, a picardia das duas meninas do amor e outros delírios, a força dos textos/poemas da linda Parole, a volúpia da Vivian no ALMA NUA, a força e a irreverencia da Walkyria Suleiman, a intensidade camaleônica da linda menina da quarta fotinha, a honestidade  da Alê buscando intensidade e reflexão a cada dia, as crônicas do cotidiano da nossa embaixadora na Áustria a peque nina Cris, a pureza adulta da Yasmine, as buscas da Fernanda do sentiria saudades suas mesmo sem te conhecer, a presença forte da menina MEIO INSANA, a poesia da Marla de Queirós, a leitura às vezes  poéticas da vida feitas pela Margoh,  o calor  da  Lua a me servir chocolate com pimenta nas noites frias,   a dureza nas posições tomadas pela outra Fernanda do ah se eu fosse você, o crescimento da menina quase mulher  que é a doce Gislaine, enfim... gostaria de poder ser  tanta coisa, mas só consigo ser este coração eternamente sem juízo tal qual a Fernanda Barcellos, sempre instigante, mas ainda em busca de um colo que a suporte de verdade.... Como já disse, neste coração há vaga!!!....

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

“nossos sonhos dizem quem somos. viva cada dia como se fosse o último. cada dia é o último.”

Às vezes, como tenho dormido mal, me perco  com os dias, me confundo com os sonhos... Não sei dizer quando acabou o ontem e quando começou o hoje...A única coisa que tenho certeza, é de que  NÃO É AMANHÃ...mas é justamente por isto que leio esta frase destes meus guris, não como fatalistas, mas simplesmente por retratar esta mesma confusão em que tenho vivido... nossos sonhos, são sempre representações de nós mesmos,  que podemos vivê-los ou não.. ao vive-los, deixam de ser sonhos...

Será que eu também espero demais, para ver numa só cena, todos os sonhos não vividos?

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O nome dela é FERNANDA..

O fato de eu ter dado uma re-orientação ao meu blog, não quer dizer que tenha deixado de acalentar doces memórias.... memórias de sonhos,  mas memórias.  Não conseguimos ser uma tábula rasa, onde recomeçamos do zero... só acrescentamos novas memórias, novas paixões. Assim como me lembro da primeira professorinha  por quem me apaixonei (naquela época me apaixonava por pessoas mais velhas... talvez uma síndrome de a-contemporaneidade..), sempre vou me lembrar dos olhos negros e sobrancelhas espessas da minha pedrinha..
sua veemência nos atos (prá não dizer explosiva..), permeados por pequenos gestos de carinho (estilo bate e assopra..). Enfim.. como dizem alguns espíritas... ALGUÉM QUE EU TINHA QUE ENCONTRAR...

Esta música, foi a causa da primeira explosão..

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Prá não dizer que não falei de amores..

se eu demorar, me espera. se eu te olhar, me olha. se eu balançar, segura. se eu te entregar, aceita. se eu sussurrar, escuta. se eu te enrolar, me empurra. se eu te zuar, me fala. se eu duvidar, me jura. se eu gaguejar, me entende. se eu te perder, me ganha.  se eu me mostrar, me veja.  se eu te pedi, me dá.  se for brigar, pra que? se eu te tocar, se assanha. se eu chorar, me anima.se eu te amar, me sente. se eu te sentir, me ama.

domingo, 4 de setembro de 2011

Ceci M.

Eu já disse a ela, mas não creio que ela acredite... mas esta moça, foi responsável por eu ter seguido este meu blog, pois ela foi A MINHA PRIMEIRA SEGUIDORA, e eu me sentia responsável por isto... não queria decepcioná-la..
Aí comecei a escrever e postar meus videos (que é prá mim a melhor parte, pois meus textos são órfãos se não os lerem  com  som subjacente).. eu diria que ela teve quase a mesma importância que a minha pedrinha, na manutenção deste blog...
Tudo isto para dizer, que vou tentar passar por cima de algumas convicções, e manter este blog vivo...
(Doce Lígia.. você hoje conseguiu me fazer chorar duas vezes...mas isto também é um privilégio, pois chorar é um sinal de que estamos e queremos continuar vivos...)
Na verdade, apesar de parecer muito facinho... não quero me afastar de vocês, minha meninas..

sábado, 3 de setembro de 2011

EU VOU SOBREVIVER

Andei pensando seriamente  e vou me ausentar deste meu blog, por um bom tempo..
Estou me deixando para trás com certeza, mas tenho que seguir..
Tenho que voltar a me encontrar...
Embora eu tenha o privilégio de ter tão boas companhias, este espaço sempre me remete à minha pedrinha, e acredito que não faça mais sentido ficar aqui alimentando um sonho, que nunca deixou de ser um sonho....
Não carrego melancolia ou tristeza.. carregarei sim, sempre, esta pedra no meu peito... mas não sou mais um sonhador..
Manterei o blog aberto, mesmo porque continuarei seguindo estas pessoinhas tão queridas que conheci nesta caminhada.. Seguirei, quase calado, como quem ouve uma sinfonia...

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

SERÁ QUE QUERO POUCO?

Eu quero andar de mãos dadas com quem sabe que entrelaçar os dedos é mais do que um simples ato que mantém mãos unidas. É uma forma de trocar energia, de dizer: você não se enganou, eu estou aqui. Porque por mais que os obstáculos nos desafiem o que realmente permanece, costuma vir de quem não tem medo de ficar.

Tenho andado tão longe, que às vezes sinto saudades de mim!!!

Estes dias, uma amiga do Face, escreveu na minha página que estava com saudades de mim... E eu lhe respondi..  EU TAMBÉM!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

domingo, 28 de agosto de 2011

P A S S I O N .....

Não são as coisas ou as pessoas que nos atraem na vida, são as afinações e fibrilações por elas despertadas em nós... são as imagens que vemos refletidas nos espelhos que são os outros em nós..ou nós nos outros....
Às vezes, com o passar do tempo, podemos nos tornar míopes, ou os espelhos um pouco mais embaçados...Na verdade, neste momento, podemos estar perdendo o que há de mais flamejante em nossas vidas, que é a PAIXÃO... QUE É O MOMENTO ONDE A FAGULHA SEMPRE ACENDE A CHAMA...A paixão é sempre cega, mas ao vivencia-la estamos sempre dando sinais de vida..

sábado, 27 de agosto de 2011

FALANDO DE AMOR

O amor tem mais de um sentido mas sempre remete a uma coisa só, embora faltem palavras até pra descrever esta coisa, pois amor não se descreve, se sente... Pobres filósofos e poetas, que tentam descreve-lo, pois é o ato de sentir que o define e mesmo quem o sente, fica com dificuldades de exprimi-lo, pois é um ato introspectivo e não exteriorizável. Nós até podemos vislumbrar alguns sinais deste amor em alguém, mas a nossa própria percepção é sempre filtrada  pelos nossos sentimentos. Quantas vezes podemos ser amados por alguém e não perceber, assim como podemos ver amor, em meros sinais contraditórios que adequamos aos nossos desejos. Estamos o tempo todo à merce desta ambiguidade, e de fato nunca teremos certeza alguma de nada, neste quesito. Mas não importa.. É.. justamente este eterno conflito que nos mantém vivos e com a tal chama acesa, pois quando ela se apaga, é porque não estamos mais nesta. Mas à nossa revelia, por toda nossa vida, se o amor realmente existiu, a sua evocação sempre fará fibrilar nosso coração

Eu que já mandei tantas mensagens....

Hoje vou à praia todos os dias, esperando que alguma garrafa perdida volte para mim com uma mensagem sua...
À noite, ao dormir, escuto todos os dias uma voz que me diz que sou um tolo, que nunca poderei ganhar.. "use a cabeça, acorde para a realidade"... mas não consigo, porque te tenho por debaixo da minha pele...

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

O BRILHO NOS SEUS OLHOS.*.

"Você precisa ver os olhos dele... estão cheios de puro amor".....Eu não me lembrava deste trecho do filme argentino, mas acho que sub-liminarmente estava em mim, quando eu escreví  a descrição do meu espaço..
A história de um amor, que mesmo após o assassinato de sua amada, permanece com ele por um longo tempo...
Será que este brilho ainda aparece nos meus olhos? Só  alguém pode me dizer.. não tenho me olhado no espelho

SUSSINHO!!

Na verdade, hoje me deu uma saudadezinha da minha pequena... Eu disse que tinha me curado?... Menti...Nas poucas vezes que nos falamos, ela tinha uma expressão para quando estava sozinha e quietinha, não querendo falar com ninguém...  "Estou sussinha."..Pois é... hoje estou sussinho..

sábado, 20 de agosto de 2011

TUDO O QUE EU POSSO TE DAR, É SOLIDÃO COM VISTA PRO MAR!!!


O grande problema do presente, é quando ele é apenas um vazio... vazio de você...e eu não sei dançar tão devagar, prá te acompanhar.., prá você o tempo sobra...prá mim  conto os minutos, cada segundo que se esvai...Eu não sei dançar tão devagar moça!

Nunca deixes que a dúvida do amanhã, te roube a alegria do presente...

O próprio nome já diz... presente.. algo que é dado... e é dado para ser vivido...

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Não desfaçamos a mala dos nossos sonhos!!

Vivamos em eterna mudança, entre o sonho que se findou e o próximo a se viver.... (reprises são permitidas às vezes!!!)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

APENAS UM MOMENTO.LINDO......

Não são todos os dias que temos algo a dizer... mas às vezes, temos algo a compartilhar...e eu me emocionei com esta jovem princesa, que se expõe, sem se envergonhar de estar vivendo um momento lindo....

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Alma feminina...

Uma amiga, muito querida, disse-me que eu tenho uma alma feminina...Não, não estava insinuando que eu fosse gay.. Estava dizendo que eu tenho um jeito de sentir as coisas, que remete muito mais ao universo feminino que ao masculino...Esta busca por amores intangíveis, que estão longe o suficiente para amainar uma possível "ameaça" de se tornar realidade, mas ao mesmo tempo me propiciando uma possibilidade de sofrer ao viver este amor impossível, visto que hoje tenho um esquema de vida muito preso a minha pequerrucha (minha filha de 12 anos) e eu estava aqui viajando e procurando algum vídeo interessante, quando me deparei com esta cena antológica dos filmes de amor do cinema... E senti que ela pode estar certa...
(Até hoje não descobri se era uma queixa ou uma constatação...)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

"As vêzes, a melhor maneira de se encontrar, é se perder na vida de alguém."

Como é fácil concordarmos com a frase acima... e como é difícil o caminho de volta..... quando ele existe!

domingo, 14 de agosto de 2011

COMO ERA NOSSA VIDA ANTES DO FACEBOOK?

Um gênio (de sistemas) completamente carente e sem rumo, descobriu um canal direto com nossas carências, que nem Jung, Lacan e Freud conseguiram tocar.. aliás, não só ele, pois este nosso mundo dos blogs também trafega na mesma frequência!.. Nós precisamos dizer.. precisamos ser ouvidos.. precisamos ser amados.. e algo passa por este canal..Nem que tenhamos que nos mascarar..pois a máscara é na verdade o reflexo no espelho da nossa imaginação...

sábado, 13 de agosto de 2011

Viejo mi querido viejo

Poucas vezes, parei para falar dele.. mas ele foi muito importante na minha vida, na construção do que eu queria ser, .na construção dos valores da vida.. no gosto musical, donde aprendi a gostar de chorinhos a fox-trote (muitos nem sabem o que é isto), de valsa a rumba e até tango e chá-chá-chá... mas acho que uma das coisas que ele me passou, foi a gostar de gente... sem distinção.. sem olhar para  nada que além da pessoa....
Infelizmente eu o perdi antes da hora, pois ele se foi  quando eu achava que estava virando homem...e na verdade ainda era um menino... e só hoje eu sei a falta que ele me fez.!... Talvez por isto eu tenha parado no tempo, e ainda tenha o coração de um menino..... PAI... obrigado por ter me feito assim...(esta musica você não conhece pai, mas me lembra você... )..

No final, tudo estava escrito...

Só estamos sempre seguindo o roteiro, escrito nas estrelas ou em meras cartas de tarot.....

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Sentiria saudades suas, mesmo sem te conhecer!!!

Sentir saudades é horripilante, doloroso e angustiante. É querer e não poder.
Lembrar e chorar. Sentir saudades é aquela dor no peito. Aquela vontade de ter por perto, mesmo estando longe. Sentir saudades são lembranças instaladas na sua mente, gritando para serem vividas de novo. É o seu corpo sentindo falta do outro. Sentir saudades é aquela dor, que não cessa, que não te deixa em paz. É aquela dor irritante e mimada, que implora e chora. Sentir saudades são seus sentimentos falando com sua
mente. Seu subconsciente desejando aquele alguém, de novo, perto de você............





Ah, o vídeo?  É só porque ele me lembra você!!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Essa pequena..

Tinha dito a mim mesmo, que não falaria mais da minha pequena, mas ao ler o jornal de hoje, vi uma matéria falando da musica que Chico fez para sua nova musa.... este Chico, viu!!!

Na verdade gostei do espírito da música...a melodia nos faz sentir saudade do velho Chico.... mas o amor...ah o amor!!!

domingo, 7 de agosto de 2011

Eu tanto treinei..

Eu treinei viver sem você, eu treinei porque você sempre achou um absurdo o tanto que eu precisava de você para estar feliz. De tanto treinar acostumei. 

sábado, 6 de agosto de 2011

Neste coração... há vaga!!!


Talvez a gente esteja no mundo para procurar o amor, encontrá-lo e perdê-lo, muitas e muitas vezes. Nascemos de novo a cada amor e, a cada amor que termina, abre-se uma ferida. Estou cheio de orgulhosas cicatrizes.'


(Alguém já me disse... minta um pouco Edson, não seja tão facinho!!!)


Por favor... existe mapa ou manual para entender as mulheres??

Sem palavras..... desisto!!!

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

AS PALAVRAS QUE NUNCA TE DIREI!!

Todos nós sabemos da quase impossibilidade de que uma garrafa com mensagens, jogada ao mar, chegue ao seu destino e todos sabemos da ansiedade de quem a mandou quanto ao destino dela.
Pois devo dizer que algumas vezes este pequeno milagre acontece....
Um outro milagre, gaivotas e não  pombos correios  me trouxeram a mensagem de que as cartas foram recebidas e por quem era a destinatária delas..e mais, que costuma vir à mesma praia, até duas vezes ao dia, para esperar por outras garrafas..como se fossem capítulos de uma novela..

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

As mulheres da minha vida....

Não, não vou enumerar as mulheres que foram importantes em minha vida... vou dizer da grata satisfação que é ter este "convívio" com figurinhas muito díspares, porém todas à sua maneira pegando um pedacinho de mim.. amigas, protetoras, objetos de ternura de um coração exposto, divertidas pelo como narram suas aventuras e desventuras, as vezes até ciumentas, profundas até a dor às vezes, leves como só a juventude pode nos permitir ser...enfim.... quase companheiras neste meu garimpo perdido aqui neste fim de mundo..inclusive você  pedrinha, cuja presença e existência faz a razão de ser deste espaço..
Obrigado meninas, por existirem!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

FECHA E DEIXA SOLTO

."ninguém precisa se assustar com a distância,os afastamentos que acontecem. Elas sempre voltam! E voltam mais bonitas, mais maduras, voltam quando tem que voltar, voltam quando é prá ser... Acontece que entre o ainda-não-é-hora e nossa-hora-chegou, muita gente se perde. NÃO SE PERCA, VIU? (Caio F.)

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Ah, como eu queria!!

Nesses tempos de escassez de esperanças, as coisas mais bonitas perderam a importância. Digo, os amores são pela metade. Os olhares já não são tão doces. E os sonhos, ah, os sonhos são só sonhos. Os sorrisos deram lugar as lágrimas, e o ”seja você mesmo” deu lugar ao verbo julgar. Eu julgo, Tu julgas, Nós julgamos e somos julgados. O verbo amar no presente virou pretérito, o verbo amar no pretérito virou dor. Ah, como eu queria ouvir um ”eu te amo” e poder acreditar.   ...........   Não consegui identificar a autora, mas é de um reblog (?)(oqueeucostumavaser)

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

HOJE NÃO VOU FALAR DE AMOR...

Aliás, acho que hoje não vou falar... só vou ouvir..., mas não posso impedir que Amália o faça!

domingo, 31 de julho de 2011

Afinação.........

Dizem que se colocarmos dois pianos lado a lado, ao tocarmos uma nota em qualquer num deles, no outro piano as cordas daquela nota vibrarão também!!
Assim somos nós também.. nos dizemos apaixonados, quando sentimos as mesmas vibrações.. os mesmos pulsares...
Mas temos que ter cuidado para não sentirmos sinais errados,... quiça contraditórios....
Afinadores de piano são  uma espécie em extinção...
Amores repentinos... também o são!
O que mais me dói, são cantores e pianos desafinados!!!