sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

DOS SONHOS QUE SONHAMOS...

Não existe nada mais intrigante do que querer saber o que dizem nossos sonhos, pois estes, ao se verem livres dos rigores que regem nossos discursos na vigília, revelam à nossa revelia  nossos mais íntimos segredos... Mas a grande questão é como sabermos o que de fato eles estão nos contando, pois o que menos importa num sonho é o seu conteúdo explícito ou quem aparece neles, pois todos são meros coadjuvantes . Talvez, a meu ver, o que mais diga de nós num sonho seja o como estamos nele, nossa disposição nele, como reagimos aos acontecimentos sonhados...Pois nesta eterna rota  de fuga a qualquer tipo de censura, podemos até ser todos os personagens que aparecem nele, e geralmente os somos... Então, quando sonhamos que estamos apaixonados num sonho  é muito bom, embora não necessariamente por nenhuma das pessoas que possam aparecer nele! Se   estamos num momento de mudanças em nossa vida, até uma simples chave pode nos deixar desorientados, por indicar que buscamos um lugar que possamos chamar de nosso, que até já podemos ter encontrado, mas ainda não o "realizamos"... Às vezes um sonho parece tão real que nós,  mesmo ao acordar, continuamos vivendo-o como agora, onde não sei se sonhei que escrevi um texto(se é que podemos chamar isto de texto) ou se é apenas a continuação do último sonho...

BOM DIA DREAMLAND!!!

8 comentários:

Natália Campos disse...

Que sonho de texto! Muito bom. Beijos :)

MARILENE disse...

Se for continuação de um sonho, só posso depreender que o sonho foi mágico, porque seu texto assim o foi.

Bjs.

Luna Sanchez disse...

Parei de colocar meus sonhos contra a parede, achei mais inteligente abraçá-los.

;)

ruma disse...

Hello, placco araujo.

  Lovely your works, full of JOY!

  Thank you World-wide LOVE.
  and, your Support.

  The prayer for all peace.
  I wish You all the best.

Happy holidays for you and yours.
Greetings.
From Japan, ruma ❀

Priscila Rôde disse...

Sonho é matéria de sentimento. Não requer tantas ideias nem explicações. É coisa de dentro. E concordei muito com você quando disse:

"Talvez, a meu ver, o que mais diga de nós num sonho, seja o como estamos nele, nossa disposição nele, como reagimos aos acontecimentos sonhados, pois nesta eterna rota de fuga à qualquer tipo de censura, podemos até ser todos os personagens que aparecem nele, e geralmente os somos..."

Seja lá qual for o intento de um sonho, o que importa é o que somos e como nos colocamos (contentes ou não) dentro e fora dele.

Um abraço apertado!

CYWMARA WADISQUY disse...

é muito bom participar do teu sonho, costumo dizer que sonho e apenas sonho, vivo e apenas vivo, escrevo e posso ir além, VC SOUBE MISTURARR TUDO ISSO..palavras em um sonhos \o/

XEROOOO

cywmara.blogspot.com

Audrey Andrade disse...

É o sonho que nos mantém vivos, caro PLACCO. E que bom que você sonha e muito melhor se você realiza, ainda que uma loucura sonhada, mas tão desejada! Seja sonho ou não, seu texto está uma doçura.

Meu carinho!
http://pequenocaminho.blogspot.com

Gislãne Gonçalves disse...

haha adorei!!!

beijos
:)