terça-feira, 1 de novembro de 2011

É PROIBIDA A ENTRADA...

Às vezes nós somos levados a acreditar que podemos fazer alguma diferença na vida de alguém... ledo engano...nós somos e seremos sempre meros coadjuvantes na história do outro, e às vezes isto nos é dito de uma forma até delicada, até poética, mas verdadeira...sempre.  Quando estamos enroscados com novelos do passado, que se entrelaçam com o nosso existir diário, não há quem realmente possa fazer nada para desatá-los, pois a quatro mãos, a chance de também nos enrolarmos naquela trama é muito grande. Por isto, respeito o aviso na porta e aguardo, sentado na calçada, a minha chamada.

7 comentários:

Vivian disse...

...sempre será proibida
a entrada, a menos que
nos abram a porta por
livre e expontânea
vontade.

fora isso é invasão,
e assim corremos
certeiros riscos
de expulsão.


bjs e saudades.

Vivi

Natália Campos disse...

Espere com paciência. Au revoir!

Mah disse...

Esperar a chamada é a decisão mais plausível que possa existir. E também a mais dolorosa.

...

Beijo, meu bem!

De papo com Deus disse...

Não se deixe levar pela lógica nem pelos padrões da vida, porque, esta, tem suas próprias surpresas!


Com carinho...
De papo com Deus

Gislãne Gonçalves disse...

Não se deve forçar a porta, aguarda é sempre melhor!

:)
beijos

salete disse...

Tão comovente e respeitoso, querido.Somos sim apenas coadjuvantes na vida do outro, pois só quem sabe mesmo é quem está na pele.As vezes queríamos fazer mais pela pessoa, mas...

Estava com saudades de vc... vou dar um tempinho do meu blog, mas acredito que eu volte...

Beijinhos, querido.

Canto da Boca disse...

A resiliência é também uma arte!