domingo, 30 de outubro de 2011

Eu andava pobre, tão pobre de carinho que de tolo, até pensei que fosse minha!


Eu não quero te esquecer, mas temo enlouquecidamente que você me esqueça. Sabe, é aquele bom e velho medo, ridículo até, de se perder o que nunca se teve!!! (Mah)

7 comentários:

Lígia Guerra disse...

Menininho Alado que voa para todo lado... Vim aqui para saber: Como você está? Te pressinto triste, mande notícias...

Beijos Av3ssos da amiga que sempre vibra energias positiva para ti!

Amor e outros delírios disse...

Oi, querido!
Também te pressenti meio chororô nesse último post. Espero que estejas bem.
Beijão,
Marie
amoreoutrosdelirios.blogspot.com

Mah disse...

ai, ai... ainda morro desse medo!

=(

qdo vamos aprender que a gente só perde o que tem?

= /

bjo

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Temos sempre medo de perder qualquer coisa que amamos muito.

Deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

placco araujo disse...

Mesmo que a gente se perca, não importa. Que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. Mas que seja bom o que vier, para vc, para mim.(Caio F.)

Há tempos uma frase não me pegava tão fundo quanto esta! Mas acho que não tenho esta grandiosidade...

Mas a mim não é dado o direito de optar... Só de sentir. E EU SINTO MUITO!!!

Mah disse...

"Eu só vim lhe desejar um dia lindo.
Com flores pelos caminhos que você percorrer.
Com gente feliz ao seu redor.
Com chuva de sorrisos e de olhares que vem da alma.
Que as palavras do dia sejam leveza, doçura, calmaria, tranquilidade.
E que suas proximas horas sejam carregadas de pensamentos positivos
e muita paz no coração.
Só vim te desejar um eterno dia.
Colorido e florido.
Amém!"

Caio F.

Canto da Boca disse...

O que é a nossa vontade diante da vontade do outro? A dele sempre será soberana, e quanto a nós, báh, cabe apenas respeitar e aceitar o que aparentemente é imutável...