sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Enquanto ela não vem...

Porque o relógio trabalha contra a gente, quando o tempo é de espera? Porque as letras fogem dos nossos dedos, como se fossem coniventes com esta ausência? Porque nossa respiração fica mais curta, tal qual   colcheias, ao contrário das sensatas semi-breves? Porque nosso pensamento não se foca, e se perde na imensidão do nada? Porque, porque... porque???
QUEM SABE ISTO QUER DIZER AMOR!

9 comentários:

Mônica disse...

Afff!!!! Perdi o ar!!!! Alguém me abana por favor!!!! Rsrsrsrs
Homi, não se atreva a me desejar nem Feliz Natal...
Do jeito que você escreve, eu infarto!!!
Rsrsrsrsrs
Beijo, meu Rei!

Canto da Boca disse...

Uma pergunta para a qual nem tu mesmo tens a resposta, Edson, rs.

Esse labirinto que somos e sempre estamos, além das paixões avassaladoras, que nos deixa(m) cheios de vida, brilho no olhar, respiração ofegante, entrecortada, saudade, e tantas outras sensações mais!

E mais uma vez obrigada pelos elogios, será que sou merecedora de fato, eu, que apenas rabisco palavras no Canto?

Quanto à lista, é que eu tenho uma profunda relação com a música, e quando gosto de uma canção, tento descobrir todas as versões que existem...
Adoro a voz sensual e rouca da Concha, escuto-a desde 2008, e adoro ouvi-la cantar La Bohéme. E muito obrigada pelo link, adorei!

Beijo, ótimo final de semana!

;)

Alê disse...

Sensações únicas, somente em momentos como esses,


Bjkas

Gislãne Gonçalves disse...

Desculpa, mas não tenho respostas!

Beijos

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

O amor apenas se sente, não se consegue explicar.
Quanto à resposta à sua pergunta, eu não escrevo...apenas me descrevo.

Beijinhos com carinho e agradecendo as suas visitas, que gosto.

Sonhadora

Yasmine Lemos disse...

Implacável tempo
uma semana de paz!
bjs

Mah disse...

Escreveste pra mim?
Obrigada!
São exatamente as perguntas que tenho me feito ultimamente...

Beijooo!

parole disse...

Pelo jeito ela veio... rs, só não nos abandone...


Só passei para deixar um beijo e desejar um ótimo feriado.

Lia Araújo disse...

Oi, Boa noite... só agora pude dá um pulo aqui e te agradecer ( eu ando tão emotiva) agradecer pelo carinho de sempre... sei que agradecer não é a palavra correta, carinho e afeto não se agradece, mas, sei lá, mesmo assim, sinta a minha forma de reconhecimento... sabe, meu blog é um projeto falido, infelizmente, vc o encontrou quando o barco já havia desandado, se procurar nas postagens de 1 anos e meio atrás, nem vai reconhecer, o ar pesado tomou conta dele...

acho que vim aqui desabafar... não sei como continuar com o blog, ele é uma parte importante, é como uma caixinha que eu guardei 2 anos de sentimentos, só que não sei como ou por que continuar... pq jurei amar alguém até ao tédio, e a promessa agora me feri os ombros... pq o tédio não chegou ( não vai chegar nunca) o que chegou foi o cansaço e a indiferença)...

o titulo do blog é pq eu sempre dizia pra pessoa que eu nunca ficava entediada, tanta coisa linda no mundo pra fazer, ao contrario dele que sempre se entediava fácil, então... com o meu não-tédio e a flexão do verbo no futuro, indicaria um longo tempo...

só que o tempo passou demais... e tem coisas que se perdem, se esquecem ( eu fui esquecida) e tem coisas que não vão embora...


é meio isso... meio confissão...

Aliás, o nome do blog era
Ama-te-ei até ao tédio: Não é uma promessa é uma profecia"

tirei a segunda parte quando resolvi que iria esquecer, promessas pesam, profecias esmagam!



bjos querido
e obrigada de novo.