quinta-feira, 30 de junho de 2011

CAMINHOS CRUZADOS...


Que tolo fui eu, que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor que ninguém pode explicar
Só um novo amor
Pode a saudade apagar

Um comentário:

Alê disse...

Se explicasse, NÃO seria AmOr!