sexta-feira, 1 de julho de 2011

Quem sabe, eu te encontro por ai....


Eu saio andando
Depois da meia noite
Lá fora sob a luz das estrelas
Apenas esperando que talvez você
Esteja andando em algum lugar
Depois da meia noite
Procurando por mim

12 comentários:

Alê disse...

Oieee,

Por favor, use os textos que gostar,
estão aí pra serem apreciados e para serem distribuídos =)

Tem coisa mais angustiante que a procura?

Mas a gente procura e precisa procurar sempre, com firmeza,

Porque lindezas só acontecem pra quem busca,

Que encontres docilidades na sua vida, sempre!!!

Sylvio de Alencar. disse...

Engraçado como, (será que depois de uma certa idade?) essa sensação se torna meio que onipresente quando tomamos consciência que ela existe.

Abraços.

placco araujo disse...

Sylvio.. Esta criaturinha que me inspirou a criar tal blog.. só me trouxe oxigenação extra.. Louquinha (pois como ela mesmo diz, tôdas as mulheres são loucas), mas me faz acordar todos os dias, com vontade de criar algo de novo.. Boa noite e volte sempre...

Vivian disse...

...quem procura acha...SEMPRE!

adorei passear por aqui!

Lia Araújo disse...

Deixe de pensar que ele está pensando em mim ou me procurando por aí...

gostei do blog... parabéns... seguindo...

obrigada pelo carinho
otimo domingo

Sylvio de Alencar. disse...

Fico feliz que você tenha aberto um blog. Pessoas que se sentem bem bem escrevendo, devem escrever!
Que ela tenha sido sua inspiração, é compreensível. Se não me engano, o dela foi o primeiro blog que visitei, quando entrei aqui.

Uma mocinha muito serelepe, eu diria...
Rárárárá!!!!!!

Abraços!

placco araujo disse...

Prezado Sylvio.. eu nunca mencionei quem seria a pequena pedra preciosa, mas fiz sim, uma unica referência perdida no tempo, a quem ela poderia ser..

Sylvio de Alencar. disse...

Bem...
Depois de ter lido sobre seu encontro com a Wall, achei que era a ela que vc estava se referindo...
Tudo bem, independente de tudo, é um prazer tê-lo aqui com a gente!

Abração!!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Nào conhecia, achei bem bacana, com uma pegada boa.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Sylvius...eu sou pedregulho!

Sylvio de Alencar. disse...

Daqueles que não criam limo.

Sylvio de Alencar. disse...

Entendi Placco... (nome grego?).
Tropeço na poesia das palavras com certa constância...