domingo, 31 de julho de 2011

Afinação.........

Dizem que se colocarmos dois pianos lado a lado, ao tocarmos uma nota em qualquer num deles, no outro piano as cordas daquela nota vibrarão também!!
Assim somos nós também.. nos dizemos apaixonados, quando sentimos as mesmas vibrações.. os mesmos pulsares...
Mas temos que ter cuidado para não sentirmos sinais errados,... quiça contraditórios....
Afinadores de piano são  uma espécie em extinção...
Amores repentinos... também o são!
O que mais me dói, são cantores e pianos desafinados!!!

11 comentários:

Alê disse...

Placo,


Afinação... É o que nos tem faltado nesses dias que esquecemos de olhar com mais delicadeza pro piano ao lado,

Pior, esquecemos te tocá-lo na alma



Bj

C. disse...

Você acha que amores repentinos sao espécie em extincao? Pois acho sao os que mais tem, e aos montes. Já os acordes afinados, sim, sao os mais raros.

Boa semanaaaaa!!!!

Sexo c/ Amor? disse...

Oi!

Afinação é importante para tudo! É
sobre isto que eu escrevi no Sintonia Fina.
http://sexocamor.blogspot.com/2011/07/sintonia-fina.html

Ajustes diários para afinar. O mundo que se afina, juntos. Afinidades!
beijo

vanessa cony disse...

¨Cantai e dançai juntos, sede alegres;
mas permaneça cada um sozinho,
como estão sozinhas as cordas do alaúde
enquanto nelas vibra a mesma harmonia.¨.( Kallil Gibran )
Adore o texto do Gibran e tem muito em comum com o que disse.
Um beijo no coração.

Nacida en África disse...

Meu querido Placco: Es fácil que lo que hace una persona afecte a la que tiene al lado, por eso debemos tener siempre cuidado para no hacer daño. El ejemplo que has puesto de los dos pianos es encantador y muy gráfico.

Con tu permiso me quedo en tu casa.

Brisas e beijos.

Malena

Vivian disse...

...a harmonia está na
orquestra, onde cada
instrumento é único
em seus acordes, e
juntos entoam a
melodia que
encanta.

smckss

Claudinha disse...

Placco! Que felicidade receber um recado como o seu! Fico feliz por ter encontrado meu blog pegando carona com a Sil, ela é uma querida!

Minha alegria é compartilhar palavras!

Estarei sempre por aqui também! Um abraço!

Amor e outros delírios disse...

Placco do céu... nunca tinha pensado nisso! Pelo que entendi, é tipo amar por reflexo, um sentir o que o outro está sentindo, mas que não está acontecendo dentro de mim realmente... gostei da ideia. Aliás, acho que isso é mais comum de acontecer do que a gente imagina. Isso explica tantas decepções, ilusões, de repente acordar pra vida e sentir que anda de mãos dadas com um ser desconhecido do seu coração, quase um completo estranho...
Queria ter esse dom que você tem de conseguir resumir em poucas palavras grandes ideia. Falou muito e de forma tão delicada. Adorei!
Vou pensar nisso...
Beijos,
Marie

placco araujo disse...

Querida Marie... talvez só você tenha captado o sentido do que quis dizer..
eu toquei aqui no meu piano uma nota, e você sentiu as mesmas vibrações que eu..
boa noite..

C. disse...

E eu nunca comentei qual foi o comentário mais legal das minhas postagens hehe

Dé Mattos disse...

Placo, concordo com a Cris. Acho que o que está extinta é a capacidade de afinar os pianos. De deixar-se vibrar na mesma nota do outro.

Adorei a comparação!
Beijos!