quinta-feira, 14 de julho de 2011

BABUSKA

Nós, à medida que vamos "crescendo", vamos incorporando experiências e nos modificando, sem porém deixarmos de "ser" aquela criança, aquele adolescente, aquele jovem adulto, e segue..E em alguns momentos da vida, nós podemos ser surpreendidos pela emergência de um destes EUS, que ficam encapsulados, mas que podem emergir quando solicitados, por uma situação ou até por uma pessoa, que nos toque fundo e que nos faça mergulhar em busca daquele EU específico, que foi deixado de lado
  sem o devido "crescimento"....Cumprindo a parte do roteiro de vida, que foi deixada pra trás...

2 comentários:

Vivian disse...

...enquanto há vida sempre
há tempo para atendermos
os anseios de nossas
emoções.

passe o tempo que passar,
eu nunca ví um coração
enrugar.

bjs, menino que me faz pensar!

olhar disse...

te ler é sempre muito bom...e como diz a Vivian acima, me faz pensar aqui!

* que bom que está curtindo meu OLHAR! Gosto de sua presença lá!

beijos com carinho,

Bia